terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Entrevista de Jacquie Lee para o site da Starry Constellation Magazine

Jacquie Lee concedeu uma entrevista para o site da Starry Constellation Magazine no último dia 19 de dezembro. A menina prodígio falou sobre como descreve sua música, sua participação na produção de seu EP, o que seus fãs podem esperar de seus shows e da influência dos conselhos de Christina Aguilera em sua carreira, entre outros assuntos. Além disso, mandou um recado para seus fãs. Leia a tradução completa a seguir.


Q) Como você descreveria o seu som?
A) Eu o descreveria realmente como natural, emocional e cheio de soul.

Q) Quais são algumas das suas influências musicais?
A) Com certeza, eu diria Adele, Amy Winehouse e Sam Smith, mas também The Eagles e Janis Joplin.

Q) Você é cantora e compositora, mas o quanto você ajudou na produção de seu novo álbum, "Broken Ones"?
A) Tomei sábias decisões de produção com base no que eu sabia como controlar, mas é muito legal que desde o meu primeiro EP eu esteja trabalhando no processo de uma gravação e tentando aprender o processo. Estou aprendendo mais e mais sobre os diferentes programas que utilizam. Tem sido muito legal! Eu definitivamente amei estar envolvida.

Q) Qual é o sentimento e a vibe do seu novo EP?
A) Olhando para trás, todas as músicas têm um nome muito triste, mas elas não são tristes como um todo. "Broken Ones" tem uma mensagem positiva e "Tears Fall" é uma canção otimista. "Drown In Me Your Love" tem uma batida legal. Elas podem parecer tristes por fora, apenas ouvindo os títulos, mas, quando você realmente ouvir as músicas, vai perceber que são bastante edificantes.

Q) Quais são suas músicas favoritas?
A) A minha favorita agora é "Drown Me In Your Love." Pelo jeito que ela veio enquanto eu estava à noite no meu quarto, em meu pequeno teclado. É mais memorável para mim devido ao processo de criação. Foi muito divertido, porque é a versão original da música versus ela estar sendo produzida e modificada musicalmente. Tipo adicionando música eletrônica lá dentro. Foi muito legal vê-la se transformar.

Q) Como é o seu processo de composição? Você precisa das letras antes da música?
A) Eu literalmente me conduzo loucamente! Para este próximo álbum, eu só tenho mantido um caderno ao meu lado e colado a mim. Caso tenha momentos de inspiração, estou preparada com uma caneta ou lápis. Acabei de escrever tudo e, em seguida, quando eu tiver letras, alguma inspiração ou até mesmo uma palavra, então vou até o teclado e começo apenas me concentrando nisso.

Q) O que os fãs podem esperar de uma apresentação ao vivo de Jacquie Lee?
A) Eu acho que apresentações ao vivo podem ser uma coisa muito boa, se você olhar para o artista, ou uma coisa muito ruim. Obviamente, você não quer se decepcionar. Para os meus fãs, eu acho que eles iriam ficar muito mais fora da música, porque há algo especial sobre ir para uma performance ao vivo, sentindo a música, e estar na mesma sala, assistindo na vida real. Todo mundo se lembra de um show realmente bom.

Q) Como os fãs podem se envolver na divulgação da sua música?
A) Com certeza, a mídia social é enorme nestes dias. Twitter, Instagram, Vine ou Facebook – qualquer uma que você tenha! Simplesmente o boca a boca e espalhar através dos amigos. Eu sei que o meu pai acabou de fazer um Facebook, então ele foi ficando louco com isso.

Q) Falando sobre redes sociais, por que é que uma maneira tão importante para você se conectar com seus fãs?
A) Para mim, é estranho, porque toda a minha faixa etária cresceu no Twitter e no Instagram. Para nós, é a norma. Todos os meus amigos estão no Twitter e algumas pessoas simplesmente o usam para as atualizações mínimas sobre o que estão fazendo. Eu tive meio que transformar a minha conta pessoal do Twitter em uma conta profissional, enquanto ainda sou eu mesma ao mesmo tempo. Acho que é apenas uma outra saída, onde as pessoas podem ficar conhecendo quem você é, como um ser humano, que não seja alguém famoso com um monte de seguidores. Isso o torna mais real.

Q) Muitos fãs lembram você da época do "The Voice", onde você estava no time de Christina Aguilera. Como ela a influenciou como música e como seu tempo no programa melhorou você como artista?
A) Christina é uma mulher de negócios inteligente, porque ela faz tudo. Ela começou na indústria como uma jovem garota (como eu), então tinha muitos conselhos sobre negócios para mim e, depois do programa, disse algo simples: "Basta escrever tudo." Eu me lembro de ouvir isso e ficar tipo, "Sim, tudo bem." Isso, simplesmente, tem muitas camadas diferentes para mim, Já que eu estou me movendo para frente e seguindo adiante na minha carreira. Só não é tão simples quanto parece. Honestamente, ajuda muito mais do que você pensa. O programa foi como um treinamento disciplinador e me preparou para situações de estresse, tempos de crise, estar em um grande palco, esquecer letras e lidar quando as apostas são altas. Foi realmente um bom treino para mim.

Q) Onde os fãs podem ir online e manter-se informados sobre suas datas de turnê?
A) Eu diria que nas minhas redes sociais e no YouTube. Meu EP é, definitivamente, onde você pode aprender muito sobre mim através da minha música. Eu tenho um site também (http://www.jacquielee.com) e estou totalmente nas redes sociais.

Q) O que você gostaria de dizer para seus fãs e simpatizantes?
A) Obrigada e eu te amo por me apoiarem. Obviamente, eu não poderia estar onde estou agora sem eles. Eu vou trabalhar muito duro e produzir mais material novo para lançar. Espero que vocês estejam animados para o meu novo single e álbum saindo! "Tears Fall" está no EP e será o próximo single ano que vem. Fique de olhos aberto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus é tudo!