quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Entrevista de Jacquie Lee para o site Huffington Post

Na última segunda-feira, 24 de novembro, o site Huffington Post publicou uma entrevista com Jacquie Lee. Nela, nossa mini-diva fala sobre o que aprendeu durante o processo de gravação e escrita de suas músicas, quais momentos considera marcantes e qual o seu plano de vida, entre outros assuntos. Leia a tradução completa abaixo.



Mike Ragogna: Jacquie, seu EP de estreia, Broken Ones, já é um sucesso no iTunes. Como esse projeto foi realizado?
Jacquie Lee: Bem, eu estava determinada em fazer algo comigo mesma após o The Voice e eu precisava que as pessoas me vissem como uma artista própria. Dito isso, eu estava extremamente ansiosa para lançar minha própria música. Essa é a ideia de como o EP veio. 

MR: O processo de gravação e escrita da música foi uma experiência de aprendizado para você?
Jacquie Lee: Sim, definitivamente. Eu ficava maluca comigo mesma porque eu precisava estar em um certa zona emocional quando eu gravei e eu precisava estar aberta e vulnerável com diferentes compositores para escrever algo mágico. Foi tudo muito assustador à primeira vista. Eu aprendi que ser honesta te leva para os lugares. Mentir para tentar não ferir os sentimentos de alguém não vai levar você a lugar algum. 

MR: Além de Broken Ones, qual é a história de Jacquie Lee até agora? Por exemplo, quais são alguns momentos marcantes que todo mundo deveria saber?
Jacquie Lee: Bem, algumas coisas que foram bem legais foi abrir para Christina Perri e Tegan e Sarah durante o festival “Fresh in the Park”. Aquele foi meu primeiro show após o The Voice onde eu estava por mim mesma e foi um grande sucesso. E conheci uma companheira artista da Atlantic! O lançamento do meu EP, que atingiu o top dez no iTunes, e me apresentar para o Today Show foram também experiências surreais.

MR: Você apareceu no The Voice e foi a primeira favorita da temporada cinco. A Radio Disney tocou seu single “Broken Ones” e rapidamente se tornou uma das músicas mais pedidas. O que você acha de todo esse barulho que Jacquie Lee faz? O que sua família e amigos acham disso?
JL: Eu estou extremamente orgulhosa disso. Eu não levo nada disso como se fosse verdade e amo meus Jacqattacks. Eu agradeço imensamente a eles. Minha família e amigos também apoiam tudo isso. Eles ainda não acreditam que é real, honestamente.

MR: Quais tipos de atividades você faz durante seu tempo de folga? Você tem algum tempo de folga? Você sente falta de ser uma pessoa “comum” ou basicamente nada mudou no final das contas?
JL: Eu vou dizer que sou uma viciada em Netflix… Ah sim, e eu ainda sou uma estudante do ultimo ano do ensino médio e muito do meu tempo livre é dedicado a escola. Eu não ligo para isso porque me ajuda a me sentir normal e com os pés no chão.

MR: Agora que está tendo algum sucesso, você já colocou a si mesma em um plano de carreira ou você já ajustou coisas com sua música e criatividade que utilizam essa nova posição em sua vida?
JL: Eu tenho um plano… Irei fazer o que for necessário para atingir meu sonho. Trabalho duro vale a pena e planejo compor e sair em turnê para crescer. Meu sonho é esgotar o Madison Square Garden um dia.

MR: Você tem alguma causa social que você participa ou algum outro problema social ao qual você se conecta? 
JL: Eu adoraria apoiar uma campanha para levantar dinheiro para a fibrose cística. Significaria muito.

MR: Qual conselho você daria para novos artistas, se baseando na sua experiência nesse ponto?
JL: Meu conselho é sonhar grande. Se você nunca tentar, você nunca saberá.

MR: O que seria um futuro ideal para Jacquie Lee?
JL: Turnê mundial. Cercada de pessoas que amo e me importo.

MR: Animal favorito? Tive que perguntar, desculpa.
JL: Vou ter que escolher um cachorro…

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deus é tudo!